UOL - O melhor conteúdo EMAIL ASSINE O GAZETA

2020 e você – Tatiana Munhoz


22 de dezembro de 2019 l Atualizada em - 20 de dezembro de 2019 às 9:48

Uau!  2020 está aí batendo à porta. O ano voou e as felicitações de próspero ano novo já começaram.  Aonde foi o tempo? Está acelerado?  Levei um susto essa semana, quando escutei um amigo do meu filho chamá-lo no portão com uma voz em tom mais grave e, então, percebi que já não tinha mais uma criança e sim um adolescente.  Qual é a tecla do botão STOP da vida? – Tempo vai mais devagar!

Lembranças passadas e sentimentos que nos marcaram começam a despontar nesta época e nos fazem pensar sobre o que esperar do ano que se aproxima. Mesmo que não sejamos aquele tipo de pessoa bem reflexiva, esta é uma época que paramos um pouco para avaliar sobre o que ocorreu, o que aprendemos e o que podemos melhorar para o próximo ano.

Sempre o ato de escrever me ajudou a organizar meus pensamentos. E não seria diferente agora. Primeiramente, é legal escrevermos uma lista com os pontos positivos do ano, o que nos divertiu e o que foi prazeroso.  Depois os negativos, as baixas e as surpresas que a vida nos trouxe.   Próximo da lista anotar alternativas, rotas diferentes de melhoria, evitando, assim, os mesmos erros.   Agora é a hora importante, ou seja, identificar quando é a hora de parar com certos hábitos e atitudes que nos levaram a resultados não desejados.  E, é claro, o mais importante: decidir quando e como recomeçar.

Questões simples como estas podem nos elevar em uma perspectiva pessoal jamais avaliada anteriormente.  Olhar de fora, através da folha de papel, pode nos fazer enxergar soluções que até agora estavam obscuras e livramentos de situações que não se pareciam presentes na época.  Cada área da nossa vida, seja física, espiritual, pessoal, financeira e profissional, de tempos em tempos, precisa ser refletida.  Isso é um exercício poderoso.

Em geral, não importa o ano, o cume da questão é deixar bem claro quais são as suas prioridades.  A isso chama-se gerenciamento de tempo. Quando sabemos o que queremos e para onde vamos, conseguimos desenhar um caminho que, em meio às tribulações cotidianas, venceremos no final, através daquela luz que sempre tinha no final do túnel.

Às vezes nossa vida se assemelha a uma árvore.  Há tempo para crescer, produzir flores e frutos, ser podada e recomeçar.

 Que 2020 chegue diferente, não porque será um novo ano, mas porque você enxergou que a benção e a dádiva de mudar as situações estão nas escolhas que fazemos.

Comece hoje! Feliz Natal e um abençoado Ano Novo.

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade