UOL - O melhor conteúdo EMAIL ASSINE O GAZETA

Acesso Araçariguama – S. Roque – Tatiana Munhoz


7 de outubro de 2019 l Atualizada em - 7 de outubro de 2019 às 11:19

A prevenção em acidentes de trânsito é algo que o brasileiro deveria ter como um dos principais objetivos de vida a serem almejados. Mas, infelizmente, acidentes “evitáveis”, continuam a acontecer. Imagine-se dentro de um veículo, com uma estrutura de metal que pesa mais de 700 kg, dependendo do porte, que atinge uma velocidade superior aos limites pré estabelecidos pelas normas de segurança. Está no seu poder, portanto, tomar atitudes conscientes e responsáveis.

Atitudes simples e óbvias, às vezes, ignoradas, como aquelas que aprendemos na auto escola de usar o cinto de segurança em todos os passageiros, independente da distância, respeitar os limites de velocidade, não ingerir bebida alcoólica, o uso de capacetes, fazer a correta manutenção do veículo, poderiam reduzir as estatísticas.

Todos os dias centenas de pessoas trafegam pela rod. Lívio Tagliassachi SPA 053/280, mais conhecida como “acesso” a São Roque. Nós daqui da região sabemos exatamente qual é o limite de velocidade, aonde está o radar e quais são os pontos mais perigosos, especialmente quando está chovendo e quando o tempo está nublado. Para quem não conhece o trajeto, a necessidade de ter a atenção redobra.

Precisamos, como sociedade, nos auto disciplinar no cumprimento das leis, principalmente ao analisar os dados da OMS que dizem que 93% das fatalidades ocorrem em países de terceiro mundo, mesmo que estes países representem 60% da frota mundial de veículos.

Conscientizar sobre o assunto é de interesse público. Agir com cautela e responsabilidade no trânsito não é frescura e sim uma atitude racional e de amor, pois as consequências de um acidente marcam, interferem e desabilitam diretamente na qualidade de vida de cententas de pessoas que formam famílias, que um dia pode ser a sua. Ninguém está imune.

Segundo dados do vereador Cabo Jean da cidade de São Roque, que solicitou junto ao Comandante do 5 BPRv, informações relacionadas ao número de acidentes desta específica rodovia, nos últimos 4 anos, 8 meses e 10 dias (período de 01/01/2015 à 10/09/2019) foram registrados 181 acidentes no total, causando 93 vítimas leves, 23 graves e 16 fatais. É como se fosse uma fatalidade a cada trimestre.

É claro que a motorização nos trouxe um grande avanço na liberdade de ir e vir, mas seu custo tem sido extremamente alto. E fator humano, ou falha humana melhor dizendo, tem contribuído para o aumento de acidentes no trânsito. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o número de fatalidades mundial no trânsito é estimado em 1.35 milhões por ano e, infelizmente, ele tem sido a causa número 1 de mortalidade de crianças e jovens entre 5 e 29 anos.

Tente ter uma experiência de vida de uma maneira positiva e pró ativa. Não espere um acidente de trânsito para mudar as suas atitudes e sua conscientização. Pode não haver tempo para uma segunda chance.

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade