UOL - O melhor conteúdo EMAIL ASSINE O GAZETA

Águia da PM pousa no aeroporto Catarina para levar paciente que faria transplante de fígado em SP


17 de janeiro de 2020 l Atualizada em - 17 de janeiro de 2020 às 15:47

Foto: Divulgação/PM

O morador de Itapeva, Paulo Brandão Machado, recebeu ajuda da Polícia Militar para conseguir chegar à capital paulista para a realização de um transplante de fígado conseguiu uma doação do órgão nesta sexta-feira, 17. Ele foi levado do aeroporto de São Roque pelo helicóptero Águia da PM.

De acordo com o Portal G1, Paulo, que é médico ortopedista, era o primeiro da fila para receber um fígado e foi informado por um hospital de São Paulo, nesta manhã, que havia um doador. Porém, como ele mora a cerca de 300 quilômetros da cidade de São Paulo, precisou da ajuda do Helicóptero Águia, da PM, para conseguir completar a viagem, que de carro dura cerca de quatro horas.

Foto: Divulgação/PM

Ele contou que recebeu a ligação às 7h50 e logo saiu em direção ao Hospital de Transplantes Euryclides de Jesus Zerbini, já que precisaria estar no local por volta das 11h. Caso não conseguisse, o órgão seria repassado para outro paciente que precisa do transplante e ele voltaria para o final da fila de transplante. Diante da situação, Paulo pediu ajuda à PM e uma equipe, após ser informada da urgência, agilizou o transporte dele com a aeronave. O Águia pousou pouco antes de 11h30 no aeroporto Catarina, às margens da Castello Branco, onde se encontrou com o paciente e seguiu à capital paulista. Segundo a PM, o voo até o hospital é de cerca de 15 minutos.

Ainda conforme o G1, aos 68 anos, o paciente explicou que o transplante de fígado é necessário por causa de cirrose. Em parte do trajeto feito de carro, o paciente foi escoltado por uma viatura da PM.

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade