UOL - O melhor conteúdo EMAIL ASSINE O GAZETA

Em nota, a Prefeitura informa que acionou juridicamente empresa de ônibus


9 de agosto de 2019 l Atualizada em - 9 de agosto de 2019 às 16:18

A Prefeitura de Araçariguama, através da Secretaria de Assuntos Jurídicos, enviou uma nota à reportagem na tarde desta quinta-feira, 8, afirmando que a empresa foi notificada extrajudicialmente.

O texto afirma que “a notificação foi motivada devido à falta de cumprimento de alguns itens acordados na última reunião, convocada em 15 de junho, um sábado, ocasião onde a prefeita, demonstrando seu compromisso e preocupação com o assunto, criou uma comissão de fiscalização e determinou várias ações de melhorias dos serviços, concedendo prazo para atendimento. Passado o prazo, a comissão verificou a ausência de alguns pontos importantes, por este motivo, e demostrando total transparência e preocupação com a população usuária do transporte público, impetrou com a Notificação Extrajudicial (processo nº 94/2018). Vale ressaltar que temos uma comissão – exclusiva – de fiscalização e avaliação permanente dos serviços executados pela empresa. Reiteramos que a prefeitura, por meio desta comissão, intensificou a fiscalização e notadamente constatou cumprimento mais eficaz por parte da empresa, onde foi registrada uma melhora significante em relação ao cumprimento dos horários – item que havia maior índice de reclamação. Dentro as ações propostas, a empresa se comprometeu a adquirir veículos mais novos, que dentro em breve deverão fazer parte da frota, mesmo tal quesito não fazendo parte do contrato, ou seja, demonstrando tentativas de melhor servir a população. A Prefeitura de Araçariguama reitera estar atenta e vigilante ao cumprimento pleno de todos os contratos vigentes para sempre garantir melhor qualidade de vida aos munícipes”, finalizou a nota.

A greve

O cidadão que utiliza ônibus foi surpreendido novamente com uma paralisação na manhã desta quinta-feira, 8. Os trabalhadores do transporte urbano de Araçariguama entraram em greve na madrugada desta quinta-feira alegando a falta de pagamento do salário. No mês passado já ocorreu paralisação pelo mesmo motivo.

Ao GAZETA, o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região informou que além do atraso no salário, a Vertion Transportes, empresa responsável pelo transporte coletivo na cidade, não implantou os planos de saúde, odontológico e a cesta básica entregue aos trabalhadores não contém todos os itens determinados pelo acordo coletivo de trabalho.

Outra informação que a redação obteve é que os ônibus de transporte escolar também ficaram parados. O Sindicato dos Rodoviários protocolou notificação de greve na empresa e comunicou a Prefeitura.

A advogada da empresa, Dra. Paola Bittencourt, contestou as acusações acima e relatou que o atraso no pagamento do salário dos funcionários se deu por conta de um problema bancário, mas que seria realizado até à tarde de ontem.

O Presidente do Sindicato, Paulo João Estausia, afirmou à reportagem que “no final da tarde de ontem, foi informado que empresa conseguiu dinheiro para fazer o pagamento, o que será analisado pela nossa Assessoria Jurídica. Caso esteja tudo certo, pelo menos 30% dos ônibus estarão nas ruas”, concluiu.

 

 

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade