EMAIL ASSINE O GAZETA

Em tempos de quarentena, site lista carros no Top 10 da Feiura


5 de maio de 2020 l Atualizada em - 5 de maio de 2020 às 11:56

Em época de pandemia e quarentena, nada melhor do que assuntos alternativos, ou não tão comuns, para passar o tempo e desviar um pouco o foco do assunto Covid-19, que preenche mais de 90% da mídia. O site UOL teve uma grande sacada e fez sua lista do Top 10 da Feiura, apresentando os carros mais feios da história recente. Vamos a eles!

Nissan Cube

O modelo japonês entrega o que propõe: é compacto. Até aí, nenhum problema. No entanto, seu layout assimétrico de segunda geração fez muita gente olhar torto quando esteve no mercado, de 2002 a 2008. Convenhamos: o carro pode ser pequeno, mas não precisa ser tão feio, né?

Pontiac Aztek

Não dava par deixar de fora desta lista o famoso carro utilizado pelo protagonista da série Breaking Bad, Walter White. Vendido de 2001 a 2005, o SUV era até forte (possuía tração nas quatro rodas), mas seu visual deixava bastante a desejar, principalmente pelo design da dianteira.

Nissan Cargo

Inspirado no clássico Citroën 2CV em suas linhas da cabine, o Cargo traz a Nissan pela segunda vez a esta lista. Mostrado no Salão de Tóquio em 1989, o veículo só podia ser comprado com reserva prévia. Apenas 8 mil unidades foram produzidas até 1992. Não é muito difícil entender o porquê.

Fiat Multipla

O compacto certamente merecia um lugar nessa lista. Muitos dizem que tinha o interior espaçoso e ainda era gostoso de dirigir. Então, você pensa: “o que tem de errado com esse carro”? Bem, é só olhar para o design da parte dianteira, batizado por alguns de “homem-elefante”.

Cadillac Seville

Na segunda geração do Seville, vendida entre 1979 e 1985, a Cadillac resolveu ousar em seu layout. Para reduzir o tamanho, a traseira do sedã foi “amassada”, o que acarretou em um visual dos mais polêmicos e estranhos.

Mitsuoka Orochi

O supercarro lançado em 2006 consegue quase ser uma unanimidade entre os amantes dos modelos de alta performance como o mais horrível deles. Ironicamente, seu nome foi inspirado em Yamata no Orochi – um dragão mitológico japonês de oito cabeças e oito rabos. Portanto, sem ofender você pode chamar este modelo de dragão.

Plymouth Prowler

Assim como no PT Cruiser, vemos aqui mais uma vez a veia Hot Rod dos anos 1950. E, de novo, não deu muito certo. Mostrado em 1997, o carro ainda tinha um trailer que vinha como opcional. O modelo foi um dos últimos da fabricante, que teve seu fim em 2001.

Aston Martin Lagonda

Um sedã normal… para quem não sabe que é um Aston Martin. Quando você sabe, fica bem estranho. Mas se por fora ele era bem horrível (com uma frente bicuda injustificável), por dentro ele foi revolucionário. Além de confortável, foi o primeiro modelo a oferecer painel digital.

Renault Avantime

É uma perua? É um cupê? Ninguém sabe. O Renault Avantime mereceu entrar na lista por ter um visual pouco usual. Futurista? Talvez parecesse para o período no qual foi vendido, entre 2001 e 2003. Mas hoje – com estas entradas de ar em cima dos faróis – é feio para dizer o mínimo.

Chrysler PT Cruiser

Tendo como inspiração os Hot Rods da década de 1950, a Chrysler lançou em 2000 o PT Cruiser. No entanto, para muitos a atmosfera não ficou bem representada no design do modelo. O visual polêmico garantiu seu lugar nesta lista.

Se a Covid-19 não atrapalhar, Ram 1500 Rebel TRX estreia este ano

Vem briga de cachorro grande para breve. É que a Fiat-Chrysler quer bater de frente com a  Ford F 150 Raptor com o lançamento da Ram 1500 Rebel TRX, um superesportivo equipado e pronto para a aventura. Embora atrasado em seu planejamento, o modelo deve estrear por aqui somente no segundo semestre, isso se a pandemia da Covid-19 não atrapalhar os planos da montadora.

Até agora, o que a mídia norte-americana diz é que a 1500 Rebel TRX terá o motor 6.2 V8 Hellcat, uma versão sobrealimentada do Hemi usada por modelos como Dodge Charger e Challenger Hellcat e o Jeep Grand Cherokee Trackhawk. Potência ele tem, pois entrega 717 cv e 89,3 kgfm de torque. Acredita-se que ele será combinado ao câmbio automático de 8 marchas feito pela ZF, usado também pelos outros modelos.

E tem mais informações vazadas, que dizem que a Ram 1500 Rebel TRX terá direção e suspensão ajustável por um seletor de modo de condução. Como a picape irá concorrer diretamente com a aclamada Ford F-150 Raptor, não é nenhuma surpresa de que a marca esteja equipando o modelo o máximo possível. Com a chegada da Ram 1500 no Brasil prometida para o 2º semestre, será que a Fiat-Chrysler tentará trazer algumas unidades da Rebel TRX, já que a Ford continua sem oferecer a F-150 Raptor.

DICA – Retirando o amarelado dos faróis

Problema que deixa o carro com um aspecto feio e influencia na visibilidade dos motoristas, o amarelado dos faróis pode resolvido em casa. Com um pouco de tempo livre, disposição e os materiais corretos, fica fácil acabar com esse defeito que tanto influencia na estética do carro.

Além de deixar o carro com um aspecto de velho, a lente amarelada pode prejudicar a visão do motorista durante o tráfego noturno. Por conta da aparência fosca, o farol perde seu facho de luz e não ilumina corretamente o caminho. Em determinados trechos de uma estrada mais escura, o condutor pode ficar em situação perigosa.

Existem no mercado kits prontos para essa função. A 3M possui um kit completo de restauração de faróis, que possui todas as lixas e materiais necessários para o reparo, porém sua venda não é oficial por aqui. Este material só chega por meio de importadores independentes.

Solução caseira

Com um pouco de força de vontade e os materiais corretos, é possível realizar um procedimento 100% caseiro e obter uma grande melhora no aspecto do farol. Com uma lixa d’água de número 1100 (encontrada em casas especializadas em lanternagem e pintura), massa de polir, estopa, um pano seco e limpo e água, o procedimento já pode ser realizado.

Primeiramente, molhe o farol para que a lixa faça efeito. Após molhar, lixe e continue atento se a superfície se encontra molhada. Ao perceber que o local começa a secar, molhe novamente para não perder o efeito da lixa. Após lixar durante aproximadamente 10 minutos toda a área do farol, chega a hora de secar. Não se preocupe, o aspecto ficará embaçado, mas essa é a dica que tudo ocorreu normalmente.

Após a secagem, aplique a massa de polir no farol e com a estopa, esfregue com força. Assim, a massa entra em atrito com a sujeira e a retira. Após esfregar, lave e veja se o resultado ficou com o esperado. Se não ficar satisfeito, faça novamente o processo da massa de polir mais a estopa até que se alcance a transparência correta.

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade