EMAIL ASSINE O GAZETA

Entregas do “Cartão Merenda” começaram nesta segunda-feira em Araçariguama


25 de maio de 2020 l Atualizada em - 25 de maio de 2020 às 15:09

Começou na manhã desta segunda-feira, 25, a entrega do “Cartão Merenda” para os responsáveis dos alunos da rede municipal de ensino de Araçariguama. O benefício vem como alternativa à merenda escolar enquanto estiverem suspensas as aulas em razão da pandemia da Covid-19.

As entregas estão acontecendo em todas as escolas municipais do município nesta segunda-feira. Amanhã, 26, haverá distribuição somente nas escolas: “Alberto Fernandes de Araújo” e “Antonita Chaves Cintra Gordinho”, tendo em vista a maior quantidade de alunos destas unidades escolares.

Gestores atendendo às famílias nas entregas dos cartões.

De acordo com o projeto, a Bolsa Merenda terá valor de R$ 56,00 por aluno regularmente matriculado na rede pública e será transferido às famílias por meio do cartão magnético individual emitido em nome do aluno e entregue diretamente ao seu responsável legal. Conforme a Secretaria Municipal de Educação, os cartões poderão ser utilizados nas unidades da Rede Bom Lugar de Araçariguama e Serv Bem do Jardim Brasil. “A empresa ACCREDITO é a responsável pelo contato com os comerciantes. Solicitei que tentassem com demais comerciantes, ainda não houve mais adesões”, informou a Secretária de Educação, Simone Teodoro.

As famílias que não conseguirem retirar o “Cartão Merenda” nesta segunda-feira, deverão entrar em contato e retirar diretamente na Secretaria de Educação do município.

Importante frisar que o valor do crédito será exclusivamente para aquisição de produtos do gênero alimentício.

Filas

Fila registrada na manhã desta segunda-feira na EMEF “Juscelino Kubitschek”

Logo pela manhã, internautas entraram em contato com a GAZETA informando que uma enorme fila havia se formado na entrega dos cartões da EMEF “Juscelino Kubitschek”. “Mais de duas horas de fila que não está respeitando a distância mínima, há aglomerações”, disse uma internauta.

A mãe de uma das alunas da escola, que preferiu não se identificar, também relatou que não podia esperar tanto tempo na fila. “Preciso ir embora cuidar dos netos, pois minha filha trabalha em firma, mesmo sendo feriado”, ressaltou.

Muitas pessoas na EMEF “Juscelino Kubitschek”

Questionada sobre as filas, Simone informou à reportagem que o procedimento gerou fluxo de pessoas na escola. “Tivemos uma escolas com muitas pessoas em fila. Porém, ajudamos a organizar para dar mais agilidades no processo. Na JK estamos com cinco pontos de entrega”, informou a Secretária de Educação.

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade