UOL - O melhor conteúdo EMAIL ASSINE O GAZETA

Nova Ford Ranger 2020 chega com novidades e só a diesel


29 de outubro de 2019 l Atualizada em - 29 de outubro de 2019 às 16:48

A Ford Ranger mudou principalmente naquilo que os olhos não veem. E segundo especialistas do site IG, ela evoluiu em diversos aspectos.

O tapa no visual foi bastante discreto: há apenas novas grade frontal (com o mesmo formato externo, mas um novo elemento central), para-choques e faróis (xenônio e DRL em LED na Limited), além de rodas com novo acabamento e mudanças nos materiais usados no revestimento da cabine.

Já na parte mecânica, a pegada foi maior. As suspensões foram recalibradas e modificadas na Ford Ranger 2020 . Na dianteira há novos coxins, barra estabilizadora redesenhada e novas molas e amortecedores, enquanto na traseira a novidade é a nova calibração do conjunto. As alterações permitiram baixar de 35 para 30 libras a pressão mínima dos pneus.

E a versão flex não existe mais. A configuração XLS usa o motor 2.2 turbodiesel de 160 cv, que pode ser combinada ao câmbio manual ou ao automático, ambos de seis marchas (apenas com tração 4×2). Já as versões XLT e Limited usam o 3.2 turbodiesel de 200 cv, sempre com câmbio automático e tração 4×4.

A Ford mexeu também nos equipamentos: a versão intermediária XLT ganhou bancos de couro, monitor de pressão dos pneus e sensor crepuscular. Já a Limited, que já trazia piloto automático adaptativo, ganhou frenagem automática de emergência e chave presencial.

Outra novidade – em toda a linha – é a tampa da caçamba com assistência de abertura e fechamento, com um novo sistema que utiliza uma mola de torção para reduzir em 70% o peso na movimentação da peça. Na prática, isso significa que é possível fechar a tampa facilmente usando apenas a força dos dedos.

A Ranger 2020 será oferecida em seis configurações, todas cabine dupla e com motor a diesel. Os preços variam de R$ 126.800 (XL Cabine Simples 2.2 4×2 MT) a R$ 192.790 (Limited 3.2 4X4 AT). A estratégia mantém a Ranger na mesma faixa de preços de concorrentes flex como a Chevrolet S10 LTZ 2.5 AT (R$ 130.490) e até da Fiat Toro Endurance (R$ 129.990), que também é a diesel, embora seja menor e com estrutura monobloco, menos robusta.

Mesmo na versão XLS, a Ford Ranger 2020  vem com ar-condicionado digital bizona, piloto automático, multimídia Sync 3, sete airbags e rodas de liga aro 17.

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade