EMAIL ASSINE O GAZETA

Veja lançamentos que foram adiados em razão da pandemia da Covid-19


21 de abril de 2020 l Atualizada em - 20 de abril de 2020 às 16:23

O site UOL em sua seção de carros, apresentou os principais lançamentos da área automobilística que foram adiados em razão da pandemia do coronavírus. A maioria das montadora aguarda a reabertura das concessionárias para oferecer os modelos ao público. Conheça alguns dos lançamentos adiados ou que ocorreram via internet:

Ford Ranger Storm

A picape deveria ter sido revelada no primeiro trimestre do ano, mas só foi oficialmente apresentada à imprensa especializada em abril. Por conta da pandemia, o lançamento foi realizado via internet.

VW Amarok V6

A Volkswagen planejava lançar uma versão ainda mais potente da Amarok V6, com 258 cv. Sua chegada deveria acontecer entre março e abril, mas agora não existe data exata para o início das vendas no Brasil. A novidade, inclusive, já está sendo comercializada na Argentina.

Fiat Strada

O lançamento mais aguardado do ano foi um dos mais afetados pelo coronavírus. A picape deveria desembarcar nas concessionárias em abril. A Fiat suspendeu o planejamento inicial, mas promete lançá-la até o fim deste ano. Por enquanto, a data mais provável de estreia é entre junho e julho – dependendo, obviamente, da evolução do quadro no país.

Peugeot 208

O 208 é a maior aposta da PSA no mercado brasileiro nos últimos anos. Por isso, não faria muito sentido lançá-lo em maio, como previa a empresa. Enquanto o país não se recupera (e as concessionárias não voltam a abrir as portas), a Peugeot decidiu suspender temporariamente o planejamento para iniciar as vendas no Brasil.

Nissan Versa

Até agora, a Nissan diz que o novo Versa será lançado no fim de junho, conforme planejava há meses. Porém, o sedã pode ser mais uma das “vítimas” do Covid-19, já que ainda não sabemos como o país estará até lá. Vindo do México, o modelo é o lançamento mais importante da marca desde o Kicks.

 

VW Nivus

Principal novidade da VW para 2020, o Nivus ainda não teve mudanças anunciadas no calendário de lançamento. Se nada mudar, o SUV cupê derivado do Polo estreará em maio. Entretanto, assim como o Versa, ele também pode demorar um pouco mais para chegar às concessionárias.

Fim de linha: Ford Fusion ganha última atualização

O Ford Fusion está cada vez mais próximo de seu fim. Além de sumir das concessionárias no Brasil, o sedã grande terá sua produção encerrada no final do ano. Para vender as últimas unidades nos Estados Unidos, a fabricante fez uma última mudança na linha, passando a oferecê-lo em três novas cores. Só que elas não devem chegar ao Brasil, já que o site da marca ainda lista o Fusion como modelo 2019, sem uma atualização no ano passado.

As três novas cores são: vermelha Rapid, azul Alto e prata Iconic, sendo que as duas primeiras custam US$ 395 (R$ 2.068). A última alteração que a Ford fez no carro foi na linha 2019, com uma alteração visual bem modesta, quando recebeu uma nova grade, iluminação diurna em LED, lanternas em LED e mais. Ainda recebeu o pacote Co-Pilot360, que traz itens como frenagem automática de emergência, assistente de permanência em faixa e monitor de ponto cego.

Outra mudança na linha do Fusion que foi feita em 2019 foi o fim da versão Sport, a única que tinha motor 2.7 V6 de 330 cv. No Brasil, a reestilização fez outra alteração na linha do sedã, encerrando a oferta da variante com o 2.5 aspirado, passando a ser vendido com o 2.0 EcoBoost de 248 cv, ou o 2.0 eletrificado na versão Fusion Hybrid.

Embora o Ford Fusion como sedã esteja saindo de linha, a fabricante tem planos de oferecer um substituto no futuro, que pode até manter o nome, mas que será uma perua aventureira da mesma proposta que o Subaru Outback. Há relatos também sobre um novo Mondeo, versão europeia do Fusion, que pode ser exatamente o mesmo veículo.

No Brasil, a situação é bem diferente. O Ford Fusion está emplacando cada vez menos no país. Contabilizou 832 unidades ao longo de 2019, sendo que mais da metade foi vendida nos quatro primeiros meses do ano. Depois disso, o número foi caindo cada vez mais. Desde o início de 2020, apenas 13 unidades foram emplacadas e concessionários relatam que não recebem o carro há meses. Fonte: Ford Authority, CarSalesBase.com

DICA

Motociclistas e os cuidados com o coronavírus

Veja abaixo um pequeno guia de cuidados para quem usa a motocicleta como meio de lazer, trabalho ou transporte, nestes tempos da Covid-19. Não esqueça que a prevenção ainda é o melhor remédio.

Encontros, passeios em grupo e festas: Evite completamente.
Não importa se é em ambiente aberto, fechado, pequeno ou amplo. Muita gente junta agora não é uma boa ideia.

A moto: mantenha ela sempre limpa e higienizada.
Manoplas e manetes, que é onde fazemos a maior parte do contato com a moto, devem ser limpas com água e sabão antes e depois de utilizar a moto.. E já é sabido que o vírus pode sobreviver por mais de 24hs em superfícies plásticas ou metálicas. Isso quer dizer que também é altamente recomendável você manipular sua moto sempre de luvas.

Capacete e luvas: Limpe sempre
Como o capacete é algo que fica muito próximo ao seu rosto, deve ser limpo constantemente com água e sabão, antes e depois de usar.
Jamais empreste. Ele é só seu e de uso individual.
Com as luvas, a mesma coisa, limpe antes e depois de usar com água e sabão e jamais empreste para alguém.

Test Rides: cuidado redobrado
Muitas concessionárias fazem test rides com seus modelos de motocicletas. Isso quer dizer que as motos disponíveis para o test ride passam, literalmente, de mão em mão. As concessionárias podem até adotar medidas de higienização das motos mas, como não sabemos se de fato o fazem, faça você mesmo para garantir. Usar capacete ou luvas cedidos pela concessionária nem pensar. Leve o seu. A dica também vale para motos em exposição nas concessionárias. Lembre da sua mãe: olhe com os olhos, não com as mãos.

Garupa: fica a pé.
Pois é. Aquela caroninha pra quem quer que seja vai ter de ficar anotada no caderninho de dívidas. Como a orientação é ficar distante de outras pessoas é uma péssima ideia ter alguém colado nas suas costas.

Moto táxi: cuidado!
Se utilizar a moto táxi é vital pra você no dia a dia, tente ao menos fazer estas dicas:
– Compre um capacete bom e barato (sim, eles existem) e leve-o com você.

– Leve seu álcool gel com você, se puder, e sempre limpe muito bem a alça do garupa onde você vai se segurar durante o trajeto.

 

 

Publicidade

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade